Ergonomia e trânsito – qual a relação?

Entenda sobre este tipo de ergonomia e como ela pode ajudar seus motoristas a dirigirem melhor e a evitarem acidentes de trânsito

Por Mobi7

2021

Blogpost | Mobi7

Quando você ouve a palavra “ergonomia”, qual a primeira coisa que vem à sua mente? 

Provavelmente, você deve ter pensado na ergonomia proporcionada por uma cadeira de escritório, na forma como você se senta durante o horário de trabalho, ou na ergonomia de uma estação de home office – acertei?

A ergonomia diz respeito a tudo isso, sim, mas seu conceito vai muito além: a ergonomia é o conjunto de regras e procedimentos que visam os cuidados com a saúde do profissional, dentro e fora do seu ambiente de trabalho. Regulamentada pela NR 17, ela pode ser dividida em três áreas: ergonomia física, cognitiva e organizacional.

A ergonomia física trata do funcionamento físico, interno, do corpo humano; a organizacional se refere aos estímulos que vêm de fora, por parte da companhia; e a cognitiva diz respeito à relação mental e emocional do colaborador perante o trabalho.

Durante o Webinar da Mobi7 realizado em maio deste ano sobre o tema “Como engajar seus motoristas para ter uma frota segura e motivada”, o técnico de segurança do trabalho da Localiza, Geferson Pereira, explicou qual a relação entre a ergonomia e o trânsito. Vamos saber mais sobre o assunto? Boa leitura!

 A ergonomia no dia a dia do motorista

A ergonomia diz respeito aos cuidados com a saúde de um profissional, independentemente de onde ele está inserido. Portanto, ela vale para colaboradores que trabalham em uma linha de produção, dentro de um escritório, ou dentro de um automóvel, como os motoristas da sua frota!

E por que a ergonomia é importante no contexto do motorista, que dirige pela sua empresa?

“Porque ela tem relação direta à forma como ele se comporta durante a direção!”, comenta Geferson Pereira. Como técnico de segurança do trabalho, ele e sua equipe se dedicam diariamente a pensar na ergonomia do motorista.

De acordo com o Observatório Nacional de Segurança Viária – do qual a Mobi7 faz parte como empresa parceira Laço Amarelo, as três principais motivações dos acidentes de trânsito estão relacionadas e podem ser agrupadas em “Fator Humano, Fator Veículo e Fator Via”. Um estudo realizado pela instituição aponta que 90% dos acidentes de trânsito são causados por problemas relacionados ao comportamento do motorista.

Para a entidade de segurança viária, apenas 5% dos acidentes têm motivação em falhas no veículo. E como as manutenções preventiva e corretiva são responsabilidades do condutor, até mesmos as falhas no veículo estão vinculadas ao fator humano, esclarece o Observatório.

Outro estudo citado por Geferson Pereira foi realizado pela Administração de Segurança e Saúde Ocupacional dos Estados Unidos e revela que motoristas tomam mais de 200 decisões durante cada milha viajada, e muitas delas são inconscientes. “As empresas são sábias em tornar a segurança comportamental a fundação para seus sistemas de gestão de segurança, mas para realmente melhorar o desempenho, organizações devem entender como funcionários tomam decisões e ensiná-los a tomar decisões melhorar para diminuir seus riscos”, cita a reportagem sobre O impacto do subconsciente na tomada de decisão baseada em riscos.

A questão da tomada de decisão inconsciente é muito importante quando falamos em cuidado no dia a dia, porque o “dirigir” ou o “pegar o celular” acaba sendo automático algumas vezes. O colaborador nem percebe que ele teve uma atitude descuidada no trânsito, e se ele não for relembrado de ter essa consciência, ele realmente vai agir dessa forma mesmo sem querer.

O que nós queremos dizer com tudo isso?

Entendendo como seu colaborador é e como ele se comporta no dia a dia pode reduzir drasticamente o risco de acidentes de trânsito! “Analisando o comportamento do time, você consegue saber se a organização do trabalho está acontecendo de forma equilibrada”, completa Geferson.

E compreender verdadeiramente a equipe de motoristas foi o primeiro passo dado pela Transportadora Urano na construção de um bom relacionamento com o seu time por meio de um programa de recompensas. Saiba mais sobre este case de sucesso no texto Programa de recompensas da Transportadora Urano proporciona melhora no comportamento de direção dos motoristas.

×