Maio amarelo e direção defensiva: como a forma de conduzir contribui para a redução de acidentes

Estabelecer uma conexão entre um condutor saudável e as boas práticas de direção defensiva é essencial para um trânsito seguro

Por Mobi7

2021

Blogpost | Mobi7

Direção defensiva é dirigir de uma forma que evite acidentes, transitando pelas ruas com respeito e responsabilidade – e estas são as palavras-chave que guiam o movimento Maio Amarelo neste ano. Em sua oitava edição, a iniciativa traz uma reflexão importante sobre comportamentos que se mostram cada vez mais fundamentais no cotidiano. Afinal, o trânsito é feito por muito mais do que veículos, barulho e congestionamentos. O trânsito é feito de pessoas. São elas que precisam ser responsáveis e merecem ser respeitadas.

A campanha de 2021 reflete muito o atual contexto da nossa sociedade – indo além do ambiente do trânsito – que vive em constante estado de impaciência e intolerância. E como prezar pela segurança neste contexto? Vamos fazer este exercício juntos?

Para dirigir de forma defensiva, é preciso estar saudável, física e mentalmente

O que a saúde do motorista tem a ver com a chance dele se envolver em acidentes de trânsito? TUDO!

Para estar com os sentidos 100% aguçados, prestando atenção em tudo que acontece à sua volta, é essencial que o condutor esteja em suas plenas condições de saúde, tanto físicas quanto mentais. A Mobi7 conversou com o Dr. Kesley Garcia de Oliveira, médico socorrista no SAMU de Maceió (AL), que conta que o impacto da pessoa não estar bem física ou mentalmente no trânsito pode ser catastrófico.

“O estresse do dia a dia em que as pessoas vivem hoje, junto com a falta de sono, por exemplo, são determinantes para que o motorista perca o controle e se torne um condutor incapaz e sem reflexos. E isso sem contar o uso de substâncias psicoativas realizado por muitas pessoas, que afetam o funcionamento do cérebro de diferentes formas e prejudicam a direção”, conta. Além de falar sobre a necessidade de o motorista ter uma rotina de descanso adequada e estar psicologicamente bem, o médico destaca o cuidado com a saúde oftalmológica e auditiva do condutor, chamando a atenção para as diretrizes da Nova Lei de Trânsito.

“Agora, com a carteira de motorista válida por 10 anos, este vai ser o período em que o paciente vai demorar para ser reavaliado fisicamente – e isso é MUITO tempo! Imagine uma pessoa com 40 anos, até ela chegar aos 50 para refazer a CNH ela pode sofrer inúmeras alterações devido a patologias comuns da idade, como doenças cardiovasculares ou perda de visão, por exemplo. Tudo isso desgasta o organismo do motorista, e pode ser que neste tempo ele não esteja mais apto a dirigir, e não vai ter ninguém que irá proibi-lo”, explica Oliveira.

Garantir a direção defensiva todos os dias traz mais segurança

Geralmente, a gente aprende sobre “direção defensiva” na autoescola, e depois nunca mais, né? Mas depois de garantir os cuidados básicos com a saúde do motorista, é preciso treiná-lo constantemente para que ele atue de forma defensiva no trânsito, diariamente.

Direção defensiva é dirigir de uma forma que evite acidentes, mesmo diante dos erros de outros e de condições adversas – como explica a Secretaria Nacional de Segurança Pública no manual Condutores de Veículos de Emergência. Em outras palavras, a direção defensiva é a capacidade de prever ocorrências no trânsito e agir em tempo de evitar o acidente em iminência. Para tanto, é necessário contar com cinco conceitos: conhecimento, atenção, previsão, decisão e habilidade.

Conhecimento

O condutor precisa conhecer o máximo de tudo que envolve direção e trânsito. Ou seja: leis, condições da via onde se desloca e todos os componentes do carro.

Atenção

Aqui, o condutor precisa estar atento a tudo que o cerca: seu carro, a via e outros motoristas. Por isso, algumas condutas são proibidas – como dirigir ao celular ou com fone de ouvido. Existem ainda hábitos que, apesar de não serem proibidos explicitamente, não são recomendáveis.

Previsão

O conceito refere-se à capacidade de pensar em situações que podem acontecer e, consequentemente, agir com cautela diante dessas eventualidades. Uma forma de exercitar a previsão é durante engarrafamentos, parando a uma distância segura do veículo da frente.

Decisão

A direção defensiva também é decidir, de forma correta e na hora certa, que atitude tomar no trânsito. Por exemplo: quando o motorista está atrás de um caminhão e precisa ultrapassar, não basta que o trecho tenha faixa seccionada permitindo a manobra. É preciso que exista visibilidade e espaço suficiente para a ultrapassagem.

Habilidade

Por fim, a habilidade é a capacidade do motorista de utilizar o veículo e realizar qualquer manobra que seja necessária – em especial diante de situações adversas. Por exemplo: mudar a marcha, fazer curvas acentuadas ou frear repentinamente.

Realizar cursos frequentes sobre direção defensiva com a sua equipe de motoristas pode ser muito positivo para relembrar seus colaboradores sobre as técnicas adequadas para aplicar enquanto conduzem a sua frota de veículos.

E para garantir que o time cumpra com uma direção defensiva e consciente, o gestor de frota ainda pode contar com uma ferramenta de telemetria, como a da Mobi7. Por meio da tecnologia de comportamento de direção, nosso sistema faz o mapeamento das principais ofensas de trânsito realizadas pela frota e categoriza os colaboradores por meio de um ranking, com as notas de quem teve a melhor direção ao longo de cada período.

Durante este Maio Amarelo, nós preparamos uma série de ações especiais sobre direção segura e como você e sua frota podem ser responsáveis por mudanças significativas no trânsito. Parte dessa ação consiste em oferecer condições especiais para planos de contratação da nossa plataforma de Gestão de Frotas efetivados durante o mês de Maio.

Confira as vantagens de ter a Mobi7 como sua aliada na Gestão de Frotas da sua empresa e entre em contato com o nosso time para saber mais:

×

Powered by WhatsApp Chat

×