Ricardo Novo, CEO da Mobi7, fala em podcast sobre mobilidade conectada 

No podcast mensal da Bosch, o executivo da Mobi7 falou ainda sobre tecnologia, inovação, indústria automotiva e projeções para 2024

Por Mobi7

2023

BlogPost

A gestão eficiente de frotas sempre foi um desafio das empresas voltadas para o transporte de mercadorias e serviços. Hoje, as novas tecnologias permitem otimizar essas operações, mesmo aqui no Brasil, que caminha a passos curtos em comparação ao contexto global da digitalização. 

Essa é a percepção de mercado do CEO da Mobi7 Ricardo Novo, que participou do podcast mensal da Bosch, o “Bosch Talks”, que tem o propósito de analisar como as novas tecnologias podem moldar a sociedade e os comportamentos. 

Ricardo completou o trio de especialistas convidados do episódio, que teve a presença de Karina Bauer, Chefe de Engenharia de Serviços Conectados da Bosch, e Christiano Blume, Consultor do setor automotivo, com mais de quatro décadas de experiência.  

Juntos, eles fizeram um contexto geral da mobilidade conectada, pontuando os desafios enfrentados localmente no país e as projeções para o próximo ano. 

Os três foram unânimes em afirmar que a digitalização impacta toda a cadeia produtiva: dos processos industriais e toda a automação das máquinas, passando pelas ferramentas e softwares cada vez mais autônomos, até chegar ao consumidor final. 

As empresas do futuro devem estar atentas às necessidades desse novo consumidor. Será necessário adequar não somente os seus produtos, mas também os seus processos, utilizando a digitalização para encantar e fidelizar o cliente.  

É o que já vem fazendo a Mobi7, que, ao utilizar serviços de dados automotivos e conectividade, se apresenta como um habilitador da digitalização no dia a dia do seu usuário. 

“O cliente hoje pode retirar o seu carro alugado na Localiza sem necessariamente passar pelo balcão. Ele cadastra a biometria facial e, com uma chave de acesso personalizada, se dirige até uma agência e retira o seu veículo alugado de modo rápido e prático”, conta Ricardo Novo. 

Conectividade para gerar mais segurança 

Um trânsito mais seguro é outro fator no qual a digitalização pode interferir de modo bastante significativo. Aqui vale aprofundar nas possibilidades para um melhor dimensionamento do que ainda vamos nos beneficiar. Vejamos: 

  • Rastreamento avançado e telemetria:  

Um dispositivo de rastreamento instalado em um veículo permite a coleta de várias informações sobre comportamento do motorista, consumo de combustível e estado geral do ativo.  

De posse desses dados relevantes, é possível tomar decisões mais assertivas, melhorando a eficiência das rotas, a produtividade dos motoristas e a segurança nas estradas. 

  • Manutenções programadas: 

Quando é possível ter conhecimento de forma antecipada do estado real do veículo, tanto sobre o seu desempenho quanto sobre os seus componentes, é possível realizar as manutenções de forma preditiva.  

Essa atitude evita interrupções desnecessárias do funcionamento da frota e previne intercorrências bruscas no fluxo das vias, contribuindo para um trânsito mais fluido. 

  • Frotas autônomas: 

Essa é uma realidade cada dia mais próxima e promete impactar diretamente a segurança das estradas. Ao retirar os condutores como agentes principais do trânsito, o risco de acidente cai, e, em contrapartida, a eficiência das operações sobe. 

  • Videomonitoramento ou câmeras embarcadas: 

O que antes era de elevado custo e pouco acessível, hoje está inclusive nos projetos de saída de modelos de veículos de algumas montadoras.  

As câmeras podem informar ao observador sinais de cansaço do condutor, falta de dispositivo de segurança (o cinto, por exemplo) ou mesmo o uso indevido do telefone na direção.  

Além disso, as câmeras podem inibir comportamentos criminosos de roubos e furtos nas vias, resultando em um ambiente mais seguro para todos. 

  • Sensores de pneus: 

Os sensores instalados podem analisar os pneus de forma individual ou conjunta. Os dados coletados permitem saber sobre pressão, rotação, temperatura, eficiência e consumo de cada item, evitando imprevistos durante o deslocamento e garantindo a segurança do motorista. 

Mobilidade sustentável  

O setor de transportes é responsável por 20% da emissão de CO2 no mundo, segundo o relatório divulgado em maio deste ano no Fórum Internacional de Transporte (ITF, sigla em inglês). Pensar em um mundo sustentável, portanto, é uma urgência contemporânea.  

Um comportamento mais agressivo, como frenagens bruscas ou excesso de velocidade, emite mais poluentes no meio ambiente, o que pode ser contornado com políticas de incentivo a boas práticas. 

E isso é uma realidade em Zarp, outra empresa do Grupo Localiza, citada por Ricardo Novo como um forte exemplo de mobilidade sustentável. Ele conta que Zarp é uma iniciativa exclusiva para motoristas de aplicativos que busca avaliar esses condutores e premiá-los conforme a sua performance.  

A adoção de veículos elétricos e híbridos é também uma prática que vem se tornando cada vez mais recorrente nas operações. São sistemas que controlam o uso da energia, maximizam o uso de fontes renováveis e minimizam o impacto ambiental.  

Ações efetivas que realizam uma mobilidade sustentável e consciente de que o futuro é agora. 

O que podemos esperar para o próximo ano 

Podemos esperar carros mais conectados a pessoas cada vez mais exigentes e conscientes. Essa foi a percepção dos três convidados do “Bosch Talks”, que está em sua terceira temporada.  

Para o CEO da Mobi7, as empresas do futuro deverão se adaptar às necessidades desse novo perfil de consumidor, mais dinâmico e sedento por praticidade. 

Ricardo recorre novamente à Localiza para exemplificar o que seria esse movimento. Atualmente, a empresa deixou de ser uma locadora de veículos, passando a ser uma plataforma de tecnologia de mobilidade. 

Com um maior fluxo de dados e informações desses motoristas conectados, é possível entregar serviços e produtos cada vez mais personalizados ao consumidor final. 

Ele acredita na jornada do cliente cada vez mais digitalizada, com tecnologias mais acessíveis e com total segurança. A proteção dos dados do usuário é uma premissa que deve ser priorizada, e o mercado da tecnologia vem atuando de forma mais eficiente a cada dia.

Quer conhecer o futuro otimizado da gestão de frotas? Conheça a plataforma de soluções Mobi7 por meio de uma demonstração gratuita e guiada pelo nosso time Comercial. Faça o seu cadastro aqui e coloque o seu negócio no caminho certo. 

Confira todos os episódios do “Bosch Talks” aqui.

E não deixe de visitar o portal Localiza, a sua melhor escolha em aluguel de carros. 

 

 

×