Quanto custa manter o veículo parado com o motor ligado?

Motor ligado sempre consome combustível – e este gasto é desnecessário! Saiba quanto custa e como economizar na sua frota

Por Mobi7

2021

Blogpost | Mobi7

Seja parado no trânsito da cidade, esperando o carregamento de um produto ou só utilizando o ar-condicionado nos dias de calor: manter o veículo com o motor ligado enquanto ele está parado é sinônimo de gasto desnecessário.

Mas você já deve ter lido por aí que manter o veículo ligado por alguns minutos gasta mais combustível do que desligá-lo e dar partida novamente, certo? Neste conteúdo, nós vamos te explicar quanto sua empresa pode economizar com essa mudança de hábito e como nossa ferramenta faz o mapeamento dessa prática.

Desligar ou não desligar o motor – eis a questão

Se você ainda tinha esta dúvida, nós confirmamos a resposta correta: sempre que puder, prefira desligar o motor do seu automóvel. 

Sempre que o motor estiver funcionando, ele consumirá combustível, seja álcool, gasolina ou diesel. Na telemetria, esse momento é chamado de “parado ligado”, e pode acontecer em diferentes situações no dia a dia. 

Logo no começo do horário de trabalho, uma prática comum é ligar o motor para esquentar o veículo, mas isso é um grande mito! Com a chegada da injeção eletrônica, não é mais necessário deixar o carro ligado de manhã para esquentar o motor. Hoje em dia, o processo de lubrificação acontece de forma muito rápida. Por isso, se você começar a conduzir o automóvel de maneira tranquila e suave no início do dia, o óleo vai se espalhar corretamente e não irá causar desgaste prematuro do motor. Portanto, lembre-se: não vale a pena queimar combustível parado e sair com pressa logo de manhã, acelerando bruscamente, pode danificar seu automóvel!

Já na situação de trânsito durante o dia, muitas vezes se o veículo estiver em um constante arranca e para, não será possível desligar o motor o tempo todo. Nestes casos, o gestor e o motorista podem planejar as rotas para evitar circular pelas ruas durante os horários de pico de trânsito na cidade. 

Outro hábito comum entre os condutores é manter o carro ligado utilizando o ar-condicionado nos dias quentes, ou o caminhão ligado enquanto espera um carregamento. Alguns ainda deixam o veículo ativo enquanto fazem paradas que não seriam permitidas, tentando enganar o Gestor de Frota para não contabilizar aquele intervalo. 

Estas práticas devem ser eliminadas urgentemente! Como? Aplicando uma Política de Frotas que oriente sobre como proceder nestes casos e construindo um bom relacionamento com os seus motoristas, com a realização de treinamentos constantes e a disponibilização de um Manual do Motorista para que eles entendam a importância de se desligar o motor nestas situações. 

Quanto custa o tempo parado ligado?

Para entender melhor sobre a importância de não manter o motor ligado com o veículo parado, vamos levantar os números e colocar na ponta do lápis (ou do teclado). O consumo de combustível depende de algumas variantes, como a marca, o modelo e o ano do veículo, o estado de conservação do motor e os hábitos de uso de ar-condicionado.

Para fazer as contas, podemos considerar que o consumo de um carro parado ligado varia entre 1,5 e 3 litros por hora, segundo estimativa do portal Notícias Automotivas.

De acordo com o app Preço dos Combustíveis, o preço médio da gasolina em Curitiba nos últimos 15 dias (em julho de 2021) é de R$5,49. 

Com estes dados, se um automóvel fica parado ligado durante uma hora por dia, ele gasta, no mínimo, R$8,23 de forma desnecessária. 

Vamos multiplicar este gasto durante os 20 dias úteis do mês: R$164,70 de prejuízo na certa!

Pensando nesta conta para uma frota de 20 automóveis, o gasto fica em R$3.294,00 por mês e chega a R$39.528,00 em um ano. 

Que empresa não quer economizar quase R$40 mil no ano, não é mesmo?

Como mapear o tempo parado ligado na sua frota

Aí é que a nossa ferramenta de telemetria pode te ajudar, e muito!

O sistema da Mobi7 faz o mapeamento do funcionamento do motor de forma instantânea. Portanto, além de saber a localização do automóvel em tempo real, o Gestor de Frota consegue identificar o comportamento de direção dos motoristas e os momentos em que o veículo ficou parado e ligado. “É possível mapear a questão do parado ligado através de alertas, para identificar exatamente em que momento isso ocorreu ao longo do dia, e do relatório de produtividade, para saber qual foi a duração de tempo parado ligado”, detalha Jorge Lucavei, da equipe de Sucesso do Cliente e Produtos.

Com estes dados e com o auxílio do nosso time de Sucesso do Cliente, a equipe de gestão tem condições de analisar a forma de condução de cada carro e cruzar com as informações de abastecimento, chegando aos motivos pelos quais o consumo é maior em determinados casos e notificando os motoristas sobre a necessidade de mudança deste comportamento no dia a dia.

Ficou curioso para saber como é este levantamento de dados do veículo parado ligado? 

Converse com o time da Mobi7 e entenda como o nosso sistema funciona na prática!

×